.

.

quinta-feira, setembro 9

O poder das palavras cruzadas

Quem de nós nunca pegou uma dessas revistinhas de palavras cruzadas para passar o tempo, numa sala de espera qualquer, numa folga do trabalho, em casa num ambiente aconchegante,  o que não temos idéia é o poder que elas tem sobre nós, tem pessoas que afirmam serem viciadas nessas revistinhas, e outros falam que são coisas de velho, mas o que não fazemos idéia, é o quanto estamos exercitando nosso cérebro e como estamos ajudando ele a não envelhecer. Segundo estudos sobre o cérebro humano, as palavras cruzadas e outros exercícios que estimulam a atividade mental, como o jogo «SuDoku», melhoram a memória e podem ajudar a manter o cérebro 14 anos mais jovem nas pessoas idosas, de acordo com um estudo. Além das palavras cruzadas, médicos e especialistas no assunto recomendam que aliada aos exercícios físicos, faz com que o cérebro estimule o funcionamento e a extensão da memória; quanto mais informações os neurônios recebem, mais sedentos de novos dados eles ficam, criando novas ligações - as sinapses - entre eles.







Sabemos que as palavras cruzadas surgiram no século IV antes de Cristo, os Romanos numa simples brincadeira de cruzar as palavras de cima para baixo de frente e para trás cruzando-as como palíndromos. Foram encontrados também vestígios do jogo nas ruínas de Pompéia Itália, e como o vemos agora, foi publicada pela primeira vez pelo jornal New York Wold em 22 de dezembro de 1913.

Desde já, usando desse principio temos que fazer esses exercícios para mantermos a jovialidade cerebral, como escovar os dentes de mãos trocadas, fazer palavras cruzadas, exercícios físicos e vale lembrar também que sexo ajuda no processo. Sexo, palavras cruzadas e uma boa corrida podem ajudar a impedir demência e outros problemas degenerativos do cérebro ao estimular novas células, segundo o pesquisador australiano Perry Bartlett, professor do Instituto do Cérebro da Universidade de Queensland, os exercícios físicos e mentais ajudam a criar novas células nervosas, mantendo o cérebro funcional e impedindo doenças como o mal de Alzheimer e Parkinson.Segundo ele, uma substância química chamada prolactina parece promover a criação de novas células no cérebro e pode ser encontrada em altos níveis em mulheres grávidas.Os níveis de prolactina também sobem durante o sexo. Sabemos o quanto é benéfico e como podemos evitar as principais doenças degenerativas como o mal de Alzeimer e Parkinson , agora vamos por em prática e fazer das palavras cruzadas um hábito , em vez de atacarmos a geladeira comendo tudo que não deveríamos, por ansiedade , vamos pegar uma revistinha dessas e aproveitamos para emagrecer também.