.

.

sábado, setembro 11

Tratamento Anti-Celulites

foto celulite 
Inicialmente nós apresentamos as causas e diferentes intensidades dessa doença no artigo “Causas da Celulite” e como evitar/amenizar esse problema no artigo “Precauções contra a Celulite”, agora iremos se aprofundar nos tratamentos existentes para essa doença, que vão desde cremes, géis, cirurgias e outros tratamentos que visam acabar com a celulite.
É importante frisar que estamos tratando apenas da celulite não bacteriana nesse artigo, que é a mais comum e que geralmente levanta mais preocupação dentre as pessoas graças a seu aspecto. No caso da celulite bacteriana basta ir a um médico e fazer o tratamento antibiótico adequado.
Deve-se lembrar que é sempre mais fácil tratar uma doença no começo, por mais que seja possível se resolver até os casos mais graves de celulite, aconselha-se tomar providências em seu início para evitar ter de recorrer a métodos agressivos, como as microcirurgias.
Poucos tratamentos têm sua eficiência comprovada, sistemas com promessas milagrosas geralmente são ineficazes e acabam piorando a situação pois o paciente não toma os cuidados adequados acreditando que será curado pelo engôdo, logo, não confie em pílulas milagrosas ou maquinas de vibração/choque que prometem emagrecimento sem esforço, sempre pesquise se o tratamento que realizará é realmente eficaz.
Em geral os tratamentos disponíveis são voltados para melhorar a circulação no local, dissolver os aglomerados de gordura ou preencher os buracos causados pela celulite, citarei a seguir os tratamentos atualmente disponíveis:
  • Emagrecer: Por mais simples que pareça, o emagrecimento por meio de uma alimentação saudável e exercícios diários é o melhor tratamento para várias doenças relacionadas com tecidos gordurosos ou com a circulação, melhorará tanto casos iniciais quanto casos mais graves de celulite, além de evitar formação de estrias e dezenas de outros problemas. Algumas pessoas podem ter preguiça de mudar seus hábitos para fazer isso, mas deve-se ter força de vontade pois essa é uma das melhores soluções para vários problemas.
  • Drenagem Linfática: É sempre aconselhada para problemas na circulação periférica, tem o intuito de melhorar a circulação linfática e assim facilitar a remoção de toxinas e líquido acumulado e ajudará em todos os casos de celulite, embora provavelmente não resolverá totalmente o problema sozinho. Em geral trata-se de uma massagem feita por um profissional manualmente ou com aparelho de massagem mecânica. Técnicas como a endermologia e a indermoterapia consistem em formas de drenagem linfática através de sucção a vácuo muito boas e também aconselhadas.
  • Estimulação da produção de colágeno: Alguns tratamentos atuam quebrando os aglomerados de fibrose e estimulando a produção de colágeno, que tem a função de tornar a pele mais firme e elástica. Podemos citar nessa classe as técnicas que incluem estímulos de radiofrequência (o Accent XL Ultra é o mais famoso atualmente), infravermelho (geralmente é semelhante à radiofrequência, mas bem superficial) e a carboxiterapia. Destes três métodos a carboxiterapia é o único que não tem o seu real efeito muito bem estudado, ela consiste em uma injeção de gás carbônico que supostamente quebra as células de gordura, mas isso não foi confirmado. Porém mesmo assim não há dúvidas que ela melhora o quadro da celulite, se não pelo motivo citado anteriormente, através de melhorias na circulação/oxigenação da área e estímulo à produção do colágeno.
  • Intradermoterapia: Essa técnica se assemelha muito ao simples “emagrecer” pois consiste em eliminar a gordura do local onde se encontra, porém com auxilio de remédios, maquinas de ultrassom (ultrashape ou ultracotour) ou injeção de substancias (desoxicolato de sódio) diretamente abaixo da pele. Por muitos chamada de “lipoaspiração sem corte”, nome que faz parecer algo extremamente bom, é uma técnica polêmica por liberar muita gordura no sangue da pessoa aumentando o colesterol e triglicerídeos. Apresenta resultados melhores em pessoas que não estejam acima do peso e requer controle alimentar para que não volte como era antes. Graças a esses problemas não é muito aconselhado pela maioria dos médicos.
  • Microcirurgias: Contamos também com o preenchimento e o sub-incision (subcutaneous-incision) para corrigir casos mais complicados, o primeiro deles é o preenchimento com ácido hialurônico das concavidades da pele com o intuito de acabar com buraquinhos. Já o segundo método, também conhecido como cirurgia para celulite, consiste em romper as fibras enrijecidas com uma agulha, necessitando de anestesia local, mas também não deixa nenhuma marca nem precisa de um grande tempo de recuperação.
Alguns métodos comerciais apostam na combinação de outros métodos, como o Velashape, que combina duas técnicas de produção de colágeno com drenagem linfática mecânica e graças a isso apresentam um ótimo resultado final.
Cremes para acabar com a celulite
Nos artigos anteriores nós citamos que uma forma de evitar e diminuir as celulites é a aplicação de cremes de baixo para cima com massagens circulares, mas ainda não dissemos quais os melhores cremes para se usar e nem o porque. Lembre-se que os cremes vão ajudar, mas não resolver o problema sozinho uma vez a celulite já instalada, você deve utilizá-los em conjunto com outras técnicas.
Os cremes tem três funções básicas: dissolver a gordura, facilitar a circulação linfática e auxiliar a reestruturação do tecido. Para fazer isso os cremes necessitam penetrar a pele e são elaborados com princípios que possuem moléculas pequenas e de fácil absorção, deve-se massagear bastante durante a aplicação para facilitar a absorção do gel.
Em geral bons cremes possuem cafeína para quebrar a gordura, algum produto para melhorar a circulação no local e evitar edemas (como mentol) e vitamina A para auxiliar a produção de colágeno.
Não aconselharei aqui produtos de uma marca em específico pois todas as grandes produtoras de cosméticos produzem cremes efetivos, apenas lembre-se de comprar cremes de uma marca de qualidade e verificar se ele realiza as três funções elementares de um creme anti-celulite citadas acima.