.

.

quarta-feira, setembro 15

12 maus hábitos que destroem a pele e aumentam a idade

Muitos hábitos simples poderiam se mudados, se as mulheres conhecessem os efeitos devastadores que eles provocam sobre o maior órgão do seu corpo e, infelizmente, aquele que mais denuncia o implacável avanço dos anos.





1) Emagrecer rápida e excessivamente.
O método mais eficiente para aparentar velhice é a perda do tecido adiposo da face. Portanto, as dietas loucas que prescrevem a redução extrema de calorias tendem a deixar as mulheres magras... e descaídas.
» New study shows a super-skinny face makes you look older.


2) Coçar e mexer nos olhos.
Quaisquer contatos dos dedos, de pele bem mais grosseira e resistente, contra a sensível e frágil pele ao redor dos olhos provoca danos irreversíveis e, além do mais, pode causar cegueira.
» Coçar os olhos é perigoso.




3) Dormir com o gordo.
Se você tem o hábito de dormir depois do Jô Soares, sabe que é justamente à noite quando a pele se dedica aos processos de renovação e é quando os cremes anti-aging penetram melhor. Se você fosse parar para pensar, o melhor seria não ver TV para aliviar o rosto dos efeitos maléficos dos raios ultra-violeta e, de quebra, preservar a mente do lixo regurgitado pelo tubo fétido.

4) Acordar com cara de travesseiro.
Habitualmente você aparece no café da manhã com o desenho do travesseiro estampado no rosto? Saiba que dormir na posição fetal, apesar de deliciosa, é um atentado contra a pele. A pressão exercida pelo travesseiro contra a frágil pele do rosto por 8 horas seguidas provoca rupturas de vasos e músculos, que redundam nas odiosas rugas de expressão. A melhor coisa a fazer é evitar dormir de lado, ou pior ainda, de bruços.

5) Sugar e chupar coisas.
É danoso fazer inclusive o que você está pensando, mas vamos nos ater a falar de hábitos banais como sugar canudo ou cigarro. Tais esforços repetitivos terminam produzindo as indesejáveis rugas ao redor da boca, pois arrebentam os delicados tecidos epiteliais desta região.




6) Confiar demais na eficiência dos produtos anti-rugas errados.
Muitos produtos estéticos alardeiam componentes anti-aging, inclusive os limpadores de pele. Porém, além da concentração deles não ser suficientemente alta, o tempo de contato com a pele não chega a ser longo o bastante para produzir os resultados desejados.



7) Cair no estresse.
Mesmo sendo chover no molhado, é bom lembrar que o estresse crônico produz o hormônio cortisol, que destrói o colágeno, que provoca inflamações subcutâneas, que resulta em flacidez. Logo, as mulheres que saíram de casa e se lançaram ao trabalho, tem suas peles submetidas a maiores riscos do que os homens, já que estes são menos submetidos à pressão social da boa aparência.

8) Negligenciar a proteção solar.
A maioria dos produtos usados na maquiagem contém ingredientes que protegem contra os raios solares UVB, contudo, não bloqueiam a ação dos raios UVA. Infelizmente, estes são os causadores das temíveis linhas de expressão, machas escuras, pontos claros, etc. Por isso, é mais aconselhável apostar as fichas em bloqueadores solares legítimos que protegem contra todos os tipos de radiações danosas.


9) Focar apenas nas rugas.
É duro ter que falar isto, mas as manchas escuras e claras no rosto causam tanta ou mais impressão de velhice do que as rugas, acrescentando no mínimo uns 10 anos no valor da aparência.
» Passando a borracha nas manchas de pele.



10) Descuidar do pescoço e mãos.
Apesar do pescoço e mãos raramente despertarem a atenção das suas donas, são eles os grandes denunciadores da verdadeira idade. Uma pesquisa constatou em 2006 que mulheres cujas mãos apresentavam manchas escuras e rugas, tiveram a sua idade superestimada.



11) Não usar óculos de sol.
Os movimentos repetitivos de expressão, rir, levantar as sobrancelhas, franzir a testa e fazer caretas submetem a estresse constante a região ao redor dos olhos. Adicionando a isto, se você permitir que esta área seja constantemente bombardeada pelos raios solares destruidores do colágeno, então não haverá esperanças de remissão.



12) Usar sabonetes.
Os sabonetes contém detergentes abrasivos que raspam da pele os seus óleos naturais. Apesar de a pele seca não ser a principal causa das rugas, esta condição torna-as mais perceptíveis. Ademais, o excesso de banhos e esfregação provoca o ressecamento crônico, que é impossível de se combater somente com o uso de hidratantes.

As jovens, ao lerem este texto, provavelmente acharão graça e o ignorarão, por força dos eflúvios do mito da juventude eterna. No entanto, quando se sabe que os danos sobre a pele são cumulativos e irreversíveis, não seria de mal tom que elas começassem a se preocupar hoje antes que seja tarde demais.